Histórico

Aplicado o Primeiro Estudo Regional Comparativo e Explicativo

O Primeiro Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Perce) reuniu, pela primeira vez, informação comparativa sobre a aprendizagem dos alunos da América Latina e Caribe, de forma regional. O Perce contou com a participação de 13 países (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Honduras, México, Paraguai, Peru, República Dominicana e Venezuela) e envolveu 55 mil estudantes. Foram avaliadas turmas de 3ª e 4ª séries (4º e 5º anos) do ensino fundamental, com provas de leitura e matemática. Também foram administrados questionários a alunos, tutores, professores e diretores para coletar informações sobre os fatores associados aos níveis de desempenho. 

Segundo Estudo Regional Comparativo incorpora inovações

O Segundo Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Serce) reuniu 16 países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai, bem como o estado mexicano de Nuevo León. Mais de 196 mil estudantes das séries escolares equivalentes ao 4º e ao 7º ano do ensino fundamental participaram do estudo.

Em todos os países, foram avaliadas as aprendizagens em leitura, escrita e matemática. Adicionalmente, houve avaliação de ciências na Argentina, Colômbia, Cuba, El Salvador, Nuevo León (México), Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai.

Os resultados de aprendizagem dos alunos no Serce 1997 e no Perce 2006 não são diretamente comparáveis devido às inovações incorporadas na segunda aplicação, como a mudança das séries escolares avaliadas; a ampliação das áreas de conhecimento avaliadas; o desenho matricial das provas e a inclusão de perguntas abertas nos testes.

Terceiro Estudo Regional Comparativo consolida avaliação

O Terceiro Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Terce) contou com 15 países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e o estado de Nuevo León (México).

Assim como o estudo anterior, avaliou o desempenho escolar nas séries equivalentes ao 4º e 7º ano do ensino fundamental nas áreas de matemática, leitura e escrita, além de ciências da natureza, exclusivamente para o 7º ano. O Terce contou com a participação de 195.752 estudantes.

Os resultados de aprendizagem do Terce 2013 são comparáveis com os do Serce 2006. Como inovações, foram introduzidos os “módulos nacionais” de fatores associados.

Quarto Estudo Regional Comparativo e Explicativo marca mudança no nome

O Quarto Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Erce 2019) teve a participação de 18 países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai. Foram mantidas as séries e áreas do conhecimento avaliadas. Se nos anos anteriores a sigla que identificava os estudos incorporava a letra que designava a edição do estudo (primeira, segunda e terceira para, respectivamente, Perce, Serce e Terce), a partir de 2019, o estudo passa a ser identificado apenas como Erce, seguido do ano da aplicação.

Página atualizada em: 25 junho 2020