Testes e Questionários

O PIRLS é composto por dois tipos de instrumentos avaliativos: testes cognitivos e questionários contextuais. Os testes avaliam as habilidades leitoras dos estudantes, enquanto os questionários identificam os contextos de aprendizagem.

Testes cognitivos

O PIRLS baseia-se em uma noção ampla sobre o que a capacidade de ler significa. A matriz de referência está focada em dois formatos de leitura que abrangem a maior parte das leituras realizadas por estudantes dentro e fora da escola:

  • a leitura pela experiência literária, que inclui o prazer proporcionado pela possibilidade de experimentar mundos diferentes, outras culturas e novas ideias;
  • a leitura para adquirir e usar informações, que abrange reflexões sobre textos escritos e outras fontes de informação enquanto ferramentas para alcançar metas individuais e sociais.

Matriz de referência - Testes

   
Objetivos de leitura Cobertura no teste
Experiência literária 50%
Adquirir e utilizar informação 50%
Processos de compressão Cobertura no teste
Localizar e extrair informações explicitas 20%
Fazer inferências diretas 30%
Interpretar e integrar ideias e informações 30%
Avaliar e analisar criticamente o conteúdo e elementos textuais 20%

Questionários contextuais

Direcionados aos diretores, professores, pais (ou responsáveis) e estudantes, os questionários investigam os contextos de aprendizagem e o acesso às oportunidades educacionais, com o intuito de oferecer informações importantes para interpretar os resultados de desempenho.

A matriz de referência dos questionários contextuais do PIRLS baseia-se em cinco grandes eixos que influenciam a aprendizagem: contexto doméstico, contexto escolar, contexto de sala de aula, características dos estudantes e contexto nacional.

Página atualizada em: 15 junho 2020