Testes e questionários

O Erce utiliza dois tipos de instrumentos avaliativos: testes cognitivos e questionários contextuais. Os testes avaliam as aprendizagens dos estudantes nas áreas de escrita, leitura, matemática e ciências, enquanto os questionários identificam os contextos de aprendizagem.

Testes

O conteúdo dos testes do Erce considera os objetivos de aprendizagem que são comuns à região da América Latina e Caribe, segundo os currículos de cada país. Da análise curricular derivam as tabelas de especificação dos testes, que discriminam a composição desses instrumentos. As tabelas são compostas por domínios e processos. Para cada domínio e — dentro deste — para cada processo, é proposta uma quantidade de perguntas.

Em leitura, foram identificados três domínios para o 4º e 7º ano do ensino fundamental: diversidade textual, estratégias de leitura e compreensão.

Na escrita, foram definidos cinco domínios para os dois anos: o conhecimento sobre o código; processos envolvidos na escrita; diversidade textual; morfossintaxe; e coerência e coesão.

No caso de matemática, foram estabelecidos cinco domínios, comuns ao 4º e 7º ano: números e operações; grandezas e medidas; geometria; estatística e probabilidade; e padrões e álgebra.

Finalmente, em ciências naturais, foram determinados seis domínios (apenas para o 7º ano): corpo humano e saúde; ciência, tecnologia e sociedade; a Terra e o universo; seres vivos; energia e matéria; e ecologia e meio ambiente.

Questionários

Os questionários de fatores associados são instrumentos que permitem contextualizar os resultados dos testes dos estudantes da América Latina e Caribe. Esses instrumentos coletam informações dos alunos de cada série avaliada, suas famílias, seus professores e os diretores das escolas que frequentam. 

Todos os questionários de fatores associados são compostos por uma série de itens agrupados em distintas escalas. Cada uma dessas escalas representa um determinado construto de interesse do estudo.

Algumas das escalas do questionário dos estudantes são: sentido de pertencimento à escola, organização do ensino e envolvimento dos pais nas atividades de aprendizagem no lar. Já no questionário da família, são exemplos de temas de interesse: nível socioeconômico, violência no bairro de moradia e participação dos pais na escola.

Página atualizada em: 9 julho 2020