Pisa 14 de Julho de 2020

OCDE define aplicação do Pisa para 2022

Como reflexo das dificuldades enfrentadas em função da pandemia de COVID-19, os países-membros e associados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) decidiram adiar a aplicação do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) 2021 para 2022 e do Pisa 2024 para 2025. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é o órgão responsável pelo planejamento e a operacionalização da avaliação no Brasil. Normalmente, os testes são aplicados a cada três anos. 

O Pisa avalia três domínios – leitura, matemática e ciências – em todas as edições. A cada edição, é avaliado um domínio principal, o que significa que os estudantes respondem a um maior número de itens dessa área do conhecimento. O Pisa 2022 se concentrará em matemática, com um teste adicional de Letramento Financeiro, realizado desde 2015, e um teste inédito de Pensamento Criativo. Os preparativos para a avaliação estão em andamento em todos os países participantes. Já o Pisa 2025 se concentrará em ciências e irá incluir uma nova avaliação de língua estrangeira. 

Os resultados do Pisa permitem que cada país avalie os conhecimentos e as habilidades dos seus estudantes em comparação com outros países, aprenda com as políticas e práticas aplicadas em outros lugares, bem como formule suas políticas e programas educacionais, visando melhorias na qualidade e na equidade dos resultados de aprendizagem.

Pisa – É um estudo comparativo internacional, realizado a cada três anos pela OCDE. O Pisa oferece informações sobre o desempenho dos estudantes na faixa etária dos 15 anos, idade em que se pressupõe o término da escolaridade básica obrigatória na maioria dos países. Desde sua primeira edição, em 2000, o número de países e economias participantes tem aumentado a cada ciclo. Na última edição, em 2018, as provas e questionários foram aplicados em mais de 80 países. Há uma coordenação nacional em cada país participante. O Brasil participa do Pisa desde o início da avaliação.

Acesse o site do Pisa