Enem 02 de Julho de 2020

Inep convida entidades de educação para o debate sobre datas de aplicação do Enem 2020

A decisão quanto às datas de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 tem impacto sobre toda a sociedade. Após ouvir a opinião dos inscritos no exame em enquete voluntária, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, reuniu-se com representantes do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Wagner Vilas Boas, em encontro virtual na tarde desta quinta-feira, 2 de julho. Na pauta da videoconferência, que teve em torno de 40 participantes, foi discutida a melhor forma de conciliar os interesses dos estudantes com o final do ano letivo e o calendário acadêmico para 2021. Além disso, os participantes da reunião debateram a respeito do ajuste entre a data de aplicação das provas e a entrega de resultados, que influencia o cronograma dos programas para acesso ao ensino superior, como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Nesta sexta-feira, 3 de julho, Alexandre Lopes dará sequência ao debate e se reunirá com entidades representantes da educação superior.

“A data do Enem interfere na vida do estudante de várias formas, tanto pelos aspectos de sua formação precedente, com o término da escolarização básica, quanto pela futura entrada na educação superior. Nós nos propusemos a ouvir a opinião dos inscritos e agora buscamos o diálogo com as redes de ensino e entidades ligadas às instituições de ensino superior, públicas e privadas, para construirmos juntos a melhor alternativa”, explica o presidente. “O esforço é pela conciliação”, complementa Alexandre. 

Uma grande preocupação dos representantes do Consed, comum à maior parte dos estados, é a busca pelo equilíbrio que preserve o direito dos alunos e minimize as dificuldades causadas pelas restrições devido à pandemia de COVID-19. Assim, a influência da data de aplicação da prova na entrega de resultados do Enem 2020 e, consequentemente, no próximo semestre letivo das instituições de ensino superior, é um aspecto determinante para a deliberação, que seguirá nos próximos dias.

Diálogo – Responderam à enquete realizada pelo Inep sobre a melhor data para o Enem 2020 1.113.350 participantes, cerca de 20% do total de inscritos. Quase metade (49,7%) optou por realizar o Enem em maio de 2021, enquanto 35,3% dos participantes escolheram janeiro e outros 15% optaram por dezembro.

O Inep dará seguimento às rodadas de discussão para definir a data de aplicação do Enem em suas versões impressa e digital. O instituto irá analisar os cenários possíveis em conjunto com o MEC e entidades educacionais, como a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), a Associação Brasileira das Universidades Comunitárias (Abruc), a Associação Nacional dos Centros Universitários (Anaceu), e a Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup). A expectativa é que em julho seja apresentado o cronograma consolidado de aplicação do exame.