Enem 31 de Agosto de 2003

Violência é o tema da redação do Enem

Resultado do Exame será enviado aos participantes em novembro. Escolas também podem solicitar desempenho do  conjunto de seus alunos

O tema da redação da sexta edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorreu neste domingo, 31, foi “A violência na sociedade Brasileira: como mudar as regras desse jogo?”, que propôs ao participante, a partir de um quadro mostrando os gastos com segurança e dois trechos de textos, a produção de uma dissertação utilizando os conhecimentos adquiridos e as reflexões feitas ao longo da formação. A prova contou também com 63 questões de múltipla escolha.

Realizado em 2.495  locais de prova de 605 municípios, o Enem teve 1.876.387 inscritos e 81% deles foram isentos da taxa de R$ 32,00. O índice de presença será divulgado nos próximos dias.

O Enem recebeu 197 inscrições de participantes com necessidades educativas especiais. Para a aplicação da prova, o Exame contou com a participação 140 mil fiscais e coordenadores. O “Fala, Brasil!” - central telefônica do Ministério da Educação, atendeu, de segunda-feira até hoje, 43 mil ligações de participantes que procuravam informações sobre o Enem.

O gabarito e a prova do Enem estão disponíveis  na Internet, no endereço www.gabaritoenem.inep.gov.br. A prova foi elaborada em quatro versões, identificadas pelas cores amarela, branca, rosa e verde. A diferença entre as provas é a ordem de apresentação das questões. O Inep divulgará o caderno de prova de cor amarela e os quatro gabaritos.

Resultados: Os participantes do Enem receberão, em novembro, o Boletim Individual de Resultados. Constarão, nesse boletim, duas notas: uma para a parte objetiva e outra para a redação e, ainda, uma interpretação dos resultados obtidos para cada uma das cinco competências avaliadas. Os resultados individuais são sigilosos.

As escolas, que tiveram mais de 90% de seus alunos matriculados na terceira série do ensino médio presentes ao Enem, poderão solicitar um boletim com a média dos resultados de seus estudantes. Esse boletim informa também a nota média do País, possibilitando uma comparação dos resultados. O documento, que poderá ser solicitado pelo e-mail: enem@inep.gov.br, é gratuito para as escolas públicas. Para as escolas particulares será cobrada a taxa de R$ 5,00 por aluno.

Este ano, em todo País, 427 instituições de ensino superior, sendo 52 públicas, utilizarão os resultados do Enem em seus vestibulares. As Instituições utilizam os resultados do Enem de diferentes maneiras nos seus processos seletivos. Em alguns, contam ponto na primeira fase e em outras substituem a fase inicial. Há também aqueles que reservam vagas para os estudantes com as melhores médias e as que substituíram seu vestibular pelo Enem.

Assessoria de Imprensa do Inep: (61) 410-8023 / 8037 / 9563